Posts Marcados arte

Lomography: it’s time to begin

Muita gente é apaixonada pela Lomografia sem saber… por isso hoje vamos dedicar algumas linhas a falar desse movimento tão interessante e livre.

Começou nos anos 90, quando dois estudantes de Vienna, Austria, se depararam com uma Lomo Kompakt Automat – uma enigmática e pequena câmera Russa, negligentes, com a qual fotografavam como às cegas. Algumas vezes olhando pelo visor, eles ficaram surpresos com as alucinantes fotos que a tal câmera produzia – as cores eram vibrantes, com profunda saturação e vinhetas que criavam os cantos escuros nas fotos – não havia nada assim que eles haviam visto antes! Ao voltar para casa, os amigos queriam as suas próprias LOMO LC-A, o que alavancou um novo estilo de linguagem artístico experimental fotográfica que hoje nós conhecemos como Lomografia! (site lomography)

O que mais fascina nas Lomos com certeza é não saber direito o que vai acontecer com as fotos. Numa era onde o digital nos mostrou a instantaneidade das imagens, a Lomografia resgata o tom artístico das fotos. E pra quem já iniciou as atividades pode confirmar: é quase impossível nunca ter revelado um filme e não aproveitar nenhuma fotografia. Talvez até isso seja uma forma de enxergar diferente os momentos e num tom filosófico em que me permito agora:talvez os fimes revelem o que realmente deva ser lembrado dos momentos.

Para começar é sempre bom uma pesquisa a respeito do assunto. Leia o resto deste post »

Anúncios

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Ping-Pong no Design

Já ouviram falar de Damien Hirst? E de Yayoi Kusama? E o que os dois tem em comum? Dots. Ou polka dots, spots, poás, ou como você queira chamar. O fato é que o britânico, nascido em Bristol e criado em Leeds, que ganhou notoriedade no mundo das artes ao se mudar para Londres e organizar uma exposição com trabalhos seus e dos colegas ainda na Universidade; e Kusama, artista japonesa que ainda jovem instalou-se em Nova York para dar um up em sua carreira, andam juntos espalhando frutos, ou melhor, suas sementes pelas cidades do velho continente e do globo!

Entre as várias fases da carreira de Kussama e evolução dos seus traçados, a já consagrada artista fazia uso dos dots em seus desenhos desde os 10 anos de idade! É a variedade nas bases de criação, como papel, telas, paredes, objetos de decoração, e até no corpitcho de voluntários, que traz suspiros e olhares atentos dos espectadores.

  Leia o resto deste post »

, , , , ,

2 Comentários

Colagem

Amantes da moda e beleza, respirem fundo! Hoje o trabalho é da Vesna Pesic, conhecida por suas foto montagens absurdas, cheias de referencias incríveis. As que selecionamos pra por aqui são de uma série que ela criou pra revista Elle Sérvia de janeiro 2011 (pontos para o Leste Europeu mais uma vez). Para conhecer outros trabalhos da artista, visite o behance: Becha.

Leia o resto deste post »

, , , ,

Deixe um comentário

Pense nisso

Pra quem não conhece ou não conseguiu reconhecer, atras de todo esse pó pink se esconde a modelo/fotografa/blogueira/australiana Zanita. Já a imagem, é do incrível fotógrafo inglês Rankin. Se vocês não conhecem o trabalho dele, respirem aliviados, em breve faremos um post daqueeeles com seus trabalhos mais inspiradores.

Agora, vocês já pararam pra pensar a loucura que deve ser fotografar essas imagens que envolvem pó, água e afins? A modelo conta que ficou com os olhos e orelhas cheios de particulas rosas (que na verdade era farinha de milho tingida) por alguns dias mas que o resultado definitivamente valeu a pena!

O blog da Zanita é daqueles ótimos com várias imagens grandes (tem coisa pior que blog com imagem bem pequena?) e bem inspiradoras, ainda mais pra quem trabalha com moda. Passem lá pra conhecer!

Vamos ver a cara da modelo após todo o sacrifício pela arte da fotografia? (rsrs)

Leia o resto deste post »

, , , , , ,

1 comentário

Lipstick Enigma

A instalação de Janet Zweig com colaboração de Franklyn Berry é de deixar os amantes do mundo beauty de cabelo em pé. Para o painel que mistura linguagem virtual, tecnológica e de beleza foram usados 1.200 batons, 1.200 mini motores para movimentá-los e mais 60 placas de circuito (igual essas que seu computador tem dentro).

A obra está exposta no Harris Engineering Center na Universidade Central da Flórida (UCF), localizada em Orlando.

Pra quem tiver passando pela região visitando os parques, vale a pena dar uma expiada nesses batons todos e vê-los dizendo HELLO! pra você.

Confira o vídeo que mostra como a obra funciona!

Leia o resto deste post »

, , , , , , ,

Deixe um comentário